Técnica pioneira de cirurgia bariátrica é realizada em Caxias do Sul


Esta foi a primeira intervenção realizada através de uma única incisão na região Nordeste do RS

A cirurgia de uma única incisão, utilizando o portal SILS (single incision laparoscopic surgery) da marca americana de instrumentais cirúrgicos Covidien, foi feita pela equipe da Clinica Giovanardi de Caxias do Sul (RS), em uma paciente 51 anos de idade, com índice de massa corporal (IMC) igual a 42. A cirurgia, realizada no hospital da Unimed em novembro,  teve duração de duas horas e o tempo de internação foi de menos de 72 horas.

Este procedimento apresenta uma vantagem estética sobre o método da videolaparoscopia tradicional, uma vez que é realizada somente uma incisão no abdômen. Pelo método tradicional, utiliza-se de cinco a seis cortes na parede abdominal. Além disso, resulta em menos dor no pós-operatório, menos chance de infecção e menor incidência de hérnias. Esta técnica beneficia os pacientes que não querem ter cicatrizes evidentes após o procedimento bariátrico, pois ficarão com uma única incisão umbilical, de aproximadamente três cm de extensão, em muitos casos, após alguns meses a cicatriz praticamente não fica evidente.

Para o médico cirurgião Rafael Giovanardi, “A videolaparoscopia é sem dúvida o melhor acesso para a realização das cirurgias bariátricas. A evolução tecnológica e a crescente experiência dos cirurgiões, por videolaparoscopia, têm levado a modificarem a cirurgia de múltiplos portais (incisões na barriga) para a cirurgia de portal (incisão) único”.

A gastrectomia vertical, pelo método com SILS, segue os mesmos princípios da cirurgia videolaparoscópica convencional, porém nem todas as pessoas são candidatas ao método. Além de enquadrar-se nos critérios indicados para a realização da gastrectomia vertical, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM), geralmente utiliza-se para pessoas com IMC entre 35-45, sem cicatrizes abdominais prévias. “Este é um procedimento inovador e que tem sido gradualmente introduzido nos serviços de cirurgia bariátrica, demonstrando que, quando bem indicado é seguro e apresenta excelentes resultados”, ressalta Giovanardi.

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.